Gastronomia

blog_vinhosnatal

Postado em: 20.12.2016

O Natal é aquela época que família e amigos próximos se unem para celebrar o fim de um ciclo e o início de outro. A ceia geralmente segue tanto a tradição natalina, quanto outras tradições regionais. Nessa ocasião, um bom vinho não pode faltar e separamos algumas dicas para tornar a noite ainda mais saborosa!

Quando o prato principal é o peru!

Caso o peru assado for dominante na ceia, sem muitos acompanhamentos, a dica é escolher um vinho tinto de corpo médio. Os tintos de estrutura média têm uma menor carga tânica (a secura na boca) que os encorpados e sua acidez é moderada. Combinam muito bem com um peru, sem sobrepor seu sabor.

Ceia regada de molhos?

Para quem apreciar molhos agridoces e encorpados ou pratos com castanhas – e as polêmicas uvas-passas – o melhor tipo de vinho são os mais frutados e alcoólicos. A sensação de doçura de uma Malbec Argentino, por exemplo, pode casar bem com os toques da receita.

Aos amantes de vinho branco

A harmonização de vinhos brancos com as receitas típicas de Natal, apesar de não ser comum, podem tomar rumos bem interessantes. Brancos elaborados com a uva Borgonha combinam com vários acompanhamentos típicos, devido suas notas amendoadas. O equilíbrio no paladar dessa harmonização permite que nenhum sabor se sobreponha ao outro, permitindo que você e os convidados aproveitem de todas as sensações que o paladar da ceia proporciona!

Os sabores da ceia em evidência

Vinhos de tanino forte, muito estruturados, não combinam muito com uma ceia cheia de sensações para o paladar. Vinhos potentes e elaborados como os produzidos da uva cabernet sauvignon, podem “passar por cima” da sua ceia e apagar os sabores da noite.

Atenção à temperatura, sempre!

Para a harmonização dos pratos e o vinho dar certo, a bebida não pode estar quente. Basicamente, os vinhos brancos devem ser servidos entre 8ºC e 10ºC. Os tintos leves e de corpo médio, entre 12ºC e 14ºC.  Se ficar na dúvida, sirva a bebida um pouco mais gelada e espere atingir a temperatura ideal na taça.

Para os iniciantes

Se não deu tempo de elaborar a escolha do vinho com as comidas da noite, não se preocupe. O importante é reunir os amigos e familiares e aproveitar a festa. Na dúvida, escolha um tinto de corpo médio. Um pinot noir, rioja crianza, barbera, ou outro vinho não muito encorpado, para não comprometer os sabores do cardápio.

Com tudo servido, basta aproveitar bastante!

Comentar