Viagens

Blog_festajunina

Postado em: 21.06.2017

A tradição das festas juninas vem de origem europeia e chegou aqui com os portugueses, que tinham como costume comemorar os dias de São João, São José e São Pedro em grande estilo. Desde então as festas receberam influencias culturais de várias das regiões colonizadas. Hoje em dia, junho é época de duas coisas por aqui: o começo das férias e comemoração de festas juninas!

Para você que não fica de fora dessa comemoração com gostinho de Brasil, relembre e conheça algumas festas que você pode visitar pelo país!

Norte

Na região a época é bem comemorada com muitas festas cheias de tradição. A maior parte das manifestações culturais voltadas ao folclore acontecem ao Norte do país. A mais famosa é o Boi-Bumbá: uma festa tradicional em que as pessoas vestem fantasias e dançam para contar a história do boi que ressuscita graças à intervenção do pajé, feiticeiro dos índios.

Nordeste

Na região nordeste, as festas ganham uma grande expressão! As homenagens aos Santos Juninos também são grandes e atraem muitos turistas para acompanhar os festejos. Dessa região que muitos dos costumes “caipiras” foram adotados ao redor do país, como as fogueiras utilizadas de centro para a famosa dança de quadrilhas. Os balões, bandeirolas e trajes que cobrem as ruas durante a época também são heranças nordestinas.

Centro-Oeste

No Centro Oeste, as festas juninas adotam várias misturas das tradições. Elementos de cultura indígena, mineiras, gaúcha, e até boliviana e paraguaia estão presentes, já que são países das fronteiras. Danças como cururu, polca fazem parte na hora da festa. O dia de São Pedro é comemorado no dia 29 de junho e encerra as festividades juninas.  É neste dia que há a tradição do “roubo” do mastro de São João, que só é devolvido no “próximo” final de semana.

Sudeste

Pela região sudeste a festa é bem variada e democrática, com um pouco de cada tradição! Quermesses tomam conta das ruas, espaços de eventos e até condomínios durante os meses junho e julho. Estas festas populares são geralmente realizadas por igrejas, colégios, sindicatos e empresas. Possuem barraquinhas com uma grande variedade de comidas típicas e jogos para animar os visitantes. A dança da quadrilha após o “casamento” é o que não pode faltar!

Sul

Bombachas, vestidos rendados, churrasco, chimarrão, muita dança tradicional e muito mais! As festas juninas no sul do país são aquecidas pelo ritmo do vanerão, dança típica gaúcha de movimentos bem elaborados, que marcam todo o regionalismo e tradição. Alguns eventos já completam mais de 100 anos, como o da Festa Junina de Itaperiú, que conta com uma fogueira gigantesca de cerca de 35 metros de altura.

Comentar