13/05/2024

O que é comprovante de renda?

O que é comprovante de renda?

 

Se você já precisou solicitar um cartão de crédito, fazer um financiamento ou mesmo alugar um imóvel, com certeza teve que mostrar um comprovante de renda.

Mas se você ainda tem dúvidas sobre o que é, como coletar essa informação e comprovar seus rendimentos, fica tranquilo. Vamos explicar tudo direitinho para você neste artigo, confira!

O comprovante de renda é um documento que atesta os rendimentos de uma pessoa ou empresa em um determinado período, servindo para comprovar que ela é capaz de arcar com seus compromissos financeiros.

De forma geral, esse documento apresenta informações como fonte de renda, valor e período em que foi transferido. Entre os valores da renda, podem conter o salário, rendimentos de investimentos, pensões ou aposentadorias

Instituições como bancos, empresas e organizações públicas são quem, geralmente, solicita esse comprovante que valide a sua capacidade financeira para, assim, liberar um crédito ou o acesso a serviços e benefícios específicos.

É assim na hora de pedir um financiamento de um imóvel pelo Minha Casa Minha Vida, por exemplo.

Seja uma empresa, pessoa física ou jurídica, autônomos ou MEI, há várias formas de se comprovar a sua renda. Veja com a gente alguns dos principais documentos que servem para isso!

Documentos para comprovar renda: quais são os principais?

Como falamos acima, diversos documentos podem ser aceitos como comprovante de renda, dependendo do processo de cada instituição e do seu formato de trabalho.

Para pessoas físicas, os mais comuns são:

  • Holerite

Todo mundo que trabalha no modelo de CLT recebe mensalmente um recibo do pagamento do seu salário: o holerite ou contracheque!

Como comprovante de renda, alguns processos podem exigir os holerites dos três últimos meses. 

  • Extrato bancário

O extrato bancário é outra forma bastante comum de comprovar renda. Pode ser utilizado também por quem não tem carteira de trabalho assinada ou renda fixa.

O documento deve apresentar o resumo das entradas em sua conta bancária, permitindo avaliar o seu perfil financeiro e comprovar seus rendimentos.

  • Carteira de trabalho

Como a Carteira de Trabalho e Previdência Social contém dados sobre a remuneração, ela também pode servir como um documento para comprovar renda.

É uma das formas mais práticas, ainda mais com a versão digital do documento!

  • Declaração do Imposto de Renda

Em alguns casos, as organizações que solicitam o comprovante de renda podem exigir um período maior de dados do que um ou três meses. É aí que a declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) se mostra como uma ótima opção.

Afinal, a declaração faz um resumo da renda de um indivíduo em todo o ano anterior, contando com salário, rendimentos e bens. E serve para profissionais da CLT ou mesmo autônomos.

  • Decore 

A Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos (Decore) é um documento emitido por um contador para comprovar os rendimentos de pessoas físicas. 

Como podemos ver, são várias opções para comprovar renda. Mas e se você for um profissional autônomo? 

 

Como o autônomo pode comprovar renda?

Algumas das opções de comprovantes de renda que já citamos podem ser utilizadas por profissionais autônomos, como o extrato bancário e a declaração do Imposto de Renda.

Mas tem outras opções, conheça:

  • Recibo de Pagamento Autônomo (RPA)

O RPA é um recibo utilizado por autônomos ao receberem o pagamento por seus serviços prestados ou produtos vendidos.

Como o RPA é emitido por quem contrata o profissional, o documento também é aceito como comprovante de renda.

  • DASN-SIMEI 

Já quem tem empresa aberta como MEI – Microempreendedor Individual, pode ainda aproveitar a Declaração Anual de Faturamento do Simples Nacional – DASN como comprovante de renda. 

Quando é necessário comprovar renda?

Seja pessoa física ou PJ, em várias ocasiões podemos precisar apresentar um comprovante de renda. 

Um dos momentos mais comuns é na solicitação de crédito em uma instituição bancária, seja em: 

  • Empréstimos;
  • Financiamento de imóveis; e
  • Cartão de crédito.

Além dos serviços de crédito, comprovação de renda também é exigida em processos como:

  • Aluguel de imóveis
  • Cadastro em programas sociais;
  • Contratação de serviços;
  • Processos judiciais.

Um exemplo prático de quando usar o comprovante de renda, está no financiamento de apartamentos aqui na Plano&Plano!

Seja pelo Minha Casa Minha Vida ou não, o documento é necessário para realizar uma análise de crédito e definir os valores ideais de parcelas, por exemplo. Acesse aqui e faça uma simulação!

A Plano&Plano é uma das maiores incorporadoras e construtoras do país e conta com apartamentos em localizações privilegiadas, que facilitam o acesso a estações de metrô, a CPTM ou as principais vias de cada região.

CLIQUE AQUI, conheça as opções da Plano&Plano e escolha o seu Apê ideal!

Plano&Plano

Posts Recomendados:

Árvore de Natal: Tendências para 2020
Geral
Árvore de Natal: Tendências para 2020
01/12/2020
Breve lançamento: veja vantagens de conhecer um
Geral
Breve lançamento: veja vantagens de conhecer um
31/05/2021
A importância da decoração nos ambientes: sáude e bem-estar
Decora P&P
A importância da decoração nos ambientes: sáude e bem-estar
13/03/2018