Conteúdo em Áudio

chave na mão

Postado em: 11.04.2020

Sem tempo para ler? Ouça todo o texto enquanto você trabalha ou realiza outras atividades.

O Minha Casa Minha Vida (MCMV) é um programa do governo federal que facilita a compra da casa própria. Milhões de pessoas já aproveitaram essa oportunidade e a grande razão para o sucesso do programa são as possibilidades de financiamento. Com ele, fica mais fácil pagar uma parcela mensal que não pesa no seu orçamento. É, sem dúvida, uma ótima maneira de conquistar o seu primeiro imóvel!

Entenda o que é preciso para participar do Minha Casa Minha Vida:

Não ter outro imóvel

Quem quer comprar uma casa através do MCMV não pode ser proprietário. Também não pode estar fazendo financiamento de outro tipo de imóvel residencial, em nenhum lugar do país. E não pode receber nem ter recebido outros benefícios habitacionais, sejam eles do município, da União, dos Estados, do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) ou Fundo de Desenvolvimento Social (FDS).

Comprovar renda

Para participar do MCMV você tem que apresentar comprovante de renda (contracheque e carteira de trabalho) e um documento oficial de identificação. Se você for um profissional autônomo, liberal ou microempreendedor individual (MEI), a remuneração pode ser comprovada com extratos bancários e a declaração do seu Imposto de Renda.

 Renda máxima

Você vai precisar calcular a sua renda familiar bruta, para saber em que faixa do benefício o seu financiamento se encaixa. Estes são os valores das categorias determinadas pelo Programa:

Faixa 1: quem tem renda mensal de até R$ 1,8 mil.

Faixa 1,5: quem tem renda mensal de até R$ 2,6 mil.

Faixa 2: quem tem renda mensal de até R$ 4 mil.

Faixa 3: quem tem renda mensal de até R$ 7 mil.

Se a sua família tiver renda mensal até R$ 1.800,00 (ou seja, Faixa 1) é preciso se inscrever na prefeitura da sua cidade ou numa entidade organizadora para iniciar o processo de seleção. Já as famílias das faixas 1,5 a 3 não precisam se cadastrar. Basta entrar em contato com uma construtora credenciada, como a Plano&Plano.

Um lembrete:  a renda mensal é formada pelo salário de todos os integrantes da família que estão ativos e trabalhando. A soma total dá o valor da renda.

Não ter restrições de crédito

Você precisa estar com o nome limpo e não pode aparecer em registros como o Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (CADIN), no Sistema Integrado de Administração de Carteiras Imobiliárias (SIACI), nem no Cadastro Nacional de Mutuários (CADMUT).

Leia também:

Como economizar nas contas de casa para guardar dinheiro

Deixe o seu apartamento com a sua cara sem gastar muito

Não comprometer mais de 30% da renda mensal

Esse requisito é fundamental para a aprovação dentro das linhas de financiamento do MCMV.  O valor da prestação não pode ultrapassar os 30% da renda familiar mensal. Por exemplo: se a sua renda familiar mensal for de R$3.500, o valor máximo da parcela do seu financiamento deverá ser de R$1.050.

O imóvel precisa ser para moradia

O imóvel do seu interesse precisa estar localizado na mesma cidade onde você mora ou trabalha. Afinal, o grande objetivo do MCMC é que todos os brasileiros tenham um lugar para morar.

A idade somatória não pode ultrapassar os 80 anos

A idade é um ponto importante para contratar um financiamento através do programa. Com o aumento da expectativa de vida dos brasileiros, a idade máxima somatória (idade + prazo de pagamento) para a contratação passou a ser de 80 anos. Exemplo: um comprador de 60 anos terá o prazo de até 20 anos para pagar pelo imóvel (já que 60 + 20 = 80).

 

Apartamento Minha Casa Minha Vida na Plano&Plano

A grande maioria dos apartamentos da Plano&Plano participam do MCMV. Além dos benefícios do programa, contam com entrada facilitada em até 24 vezes e documentação gratuita. É muita vantagem!

Se você tiver qualquer dúvida fale com um dos nossos corretores. Esta é a sua chance de realizar o sonho da casa própria. Aproveite!

Comentar