postado em: 05.10.2020

Pagar a vista ou parcelar? Descubra quando fazer cada um desses.

Sem tempo para ler? Ouça todo o texto enquanto você trabalha ou realiza outras atividades.

 

Lidar com dinheiro é um grande desafio que pode e deve ser aprendido. Mas por mais disciplinadas que sejam, muitas pessoas passam por imprevistos e acabam precisando comprar algo ou pagar por algum serviço que estava fora da sua programação normal. Apesar do brasileiro em sua grande maioria não dar atenção para a educação financeira, é preciso se antecipar para não passar por essas situações. Por isso, no artigo de hoje iremos falar sobre pagamento à vista e pagamento parcelado. Com certeza você já passou por alguma situação onde precisou decidir, não é mesmo? Porém, é preciso inteligência para escolher. Então, vamos ver hoje as vantagens e desvantagens das duas formas de pagamento e no final você decide qual é a melhor delas.

 

Pagamento à vista: bom para quem tem dinheiro guardado e para ganhar desconto.

Uma das grandes vantagens de poder pagar à vista é poder negociar com o vendedor. Várias empresas oferecem descontos interessantes para quem paga tudo logo de uma vez, ainda mais quando a forma de pagamento é com dinheiro. E você não precisa se preocupar em ficar vários meses pagando as faturas do cartão de crédito ou os boletos que chegam na sua casa ou na caixa de entrada do seu e-mail. Quem costuma guardar o décimo-terceiro salário ou fazer uma boa reserva de dinheiro, pode optar pelo pagamento à vista. Porém, é preciso analisar para saber se esse movimento irá acabar de vez com suas economias e criar um rombo na sua conta do banco. Mas uma coisa é certa: é fundamental criar uma reserva de dinheiro para os tempos mais difíceis. Em tempos de crise e economia instável, não é bom ficar na mão. E os imprevistos sempre podem aparecer quando menos esperamos.

 

Leia também:

Como chegar na cor ideal para o meu apartamento?

Veja como lidar de maneira correta com vizinhos barulhentos.

 

Pagamento parcelado no cartão de crédito: apesar das desvantagens, oferece mais facilidade e tempo para pagar.

Para quem não tem dinheiro guardado, usar o cartão de crédito pode ser a opção mais viável. Mas o ideal é que você faça isso com planejamento para não ter que passar por problemas e acabar se complicando, ou até mesmo não honrando com esse compromisso. É importante frisar sempre que se você não quitar as parcelas, isso vai resultar em pagamentos de juros e taxas que irão dificultar ainda mais a sua situação. O melhor cenário é você se preparar com uma economia todos os meses, com o objetivo de suprir algum mês em que a situação fique um pouco mais apertada. Mas o ideal é que seja numa conta separada para não cair na tentação de gastar sem necessidade. Porém, de todas as desvantagens de usar o cartão de crédito, a principal é ter a falsa sensação de que não se está gastando muito. Afinal, apesar de ser parcelado, em cada parcela estão acrescentados os juros e taxas do cartão.

Como podemos ver, todas as duas formas de pagamento podem tem suas vantagens e desvantagens. Agora, cabe a você saber qual delas será a melhor para sua situação financeira atual.

Conteúdos relevantes

Veja outros conteúdos relevantes

10 motivos para comprar na Plano&Plano
10 motivos para comprar na Plano&Plano
Economia Familiar ver publicação
Minha Casa Minha Vida
Como Funciona o Subsídio Minha Casa Minha Vida
Financiamento de Imóveis ver publicação
Renda Informal como declarar o IR
Como Comprovar Renda com IR?
Financiamento de Imóveis ver publicação